Browsing Tag

Livros

Livros, Resenhas

Últimos livros lidos: Caixa de Pássaros de Josh Malerman e Cidades de Papel de John Green

Oii gente!!! Hoje vou falar um pouquinho de livros com vocês e contar sobre os dois últimos que li, que eu super recomendo.

Bom, eu sempre gostei muito de ler, desde criança que não desgrudo de um livro. Amo os livros, o cheiro, a textura, as cores, a sensação de pegá-los.E leio de tudo: de clássicos à best-sellers. Com a correria do dia a dia, acaba não dando tempo para me dedicar tanto à leitura como gostaria, pois para mim a leitura além de ser essencial é um dos meus hobbies favoritos, então  pelo menos uns minutinhos antes de dormir, eu sempre leio. Confesso que em minhas duas ultimas leituras, isso não aconteceu, os minutinhos se estenderam e praticamente fiquei acordada a madrugada toda lendo, de tão bom que foram os livros.

IMG_0225

IMG_0222

O Caixa de Pássaros de Josh Malerman já me instigou logo pela capa e seu subtítulo  “Não abra os olhos” .  A narrativa é bem rápida e  muito envolvente, e o que aparentava ser um grande suspense, mostrou ser um grande terror, desses de deixar até com pesadelos (e realmente me deixou!). O romance é o livro de estreia do autor e narra a história de Malorie, dividida em dois momentos: o passado, em que descobre estar grávida e  passa a conviver com rumores a respeito dos acontecimentos horríveis de suicídios das pessoas ao simples fato de  olhar “algo”, até encontrar-se com o presente, onde ela e os filhos tentam atravessar vendados, um rio para salvar suas vidas do que está acontecendo.  O clima de tensão e medo só aumentam em cada página.  E no final? Bom, o final  é bem enigmático – talvez esse seja o fator que mais me fascinou no livro, não há um final esclarecedor, arrebatador, o final simplesmente instiga o leitor a tirar suas próprias conclusões, a imaginar o que pode ter acontecido e o que vai acontecer. Impossível é fechar os olhos e parar de ler.

IMG_0223

O outro livro é o Cidades de Papel, do querido John Green, um autor que já se tornou um dos meus favoritos. Com uma narrativa aparentemente simples, mas cheia de metáforas, Green nos apresenta Quentin, um adolescente prestes a se formar que nutre uma paixão platônica por sua vizinha, Margo, enigmática e conturbada e que  mesmo distantes não pensa duas vezes em ajudá-la quando a menina invade seu quarto propondo que ele participe de um engenhoso plano de vingança formulado por ela. Os dois se aproximam na noite da aventura, mas no dia seguinte, Margo simplesmente desaparece, deixando o que pensa Quentin, serem pistas do seu paradeiro. Q, então , se desdobra para decodificar as pistas e encontrar a amiga. O livro todo apesar do clima tenso é muito divertido e também não traz o final que esperamos, mas nos faz refletir muito sobre a vida e a dar valor a cada acontecimento, mesmo se não for bem o que queríamos e planejamos. Eu amei o livro e não vejo a hora de assistir sua adaptação para o cinema, já lançado em julho.

Vale muito a pena ler ambos os livros e mesmo quem não tem muito esse hábito, vai gostar, pois são bem fáceis e curtinhos.

Então é isso, espero que tenham gostado e se interessado em ler um pouquinho. Beijinhos e até mais!!!

postado-por-new2